sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Paz no Rio (F)

segunda-feira, 8 de novembro de 2010



Minha força está na solidão. Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem de grandes ventanias soltas, pois eu também sou o escuro da noite.

Clarice Lispector

quinta-feira, 4 de novembro de 2010


"Nada brilha mais que a vibe da tua alma, o bem e o amor superam tudo"

segunda-feira, 1 de novembro de 2010




Em fim uma nova presidente eleita!
Pela primeira vez o Brasil será governado por uma mulher, Dilma Rousseff.
Espero que o Brasil siga mudando, não pra pior, mas pra melhor. hehe
E que ela cumpra tudo o que disse.











quinta-feira, 16 de setembro de 2010




Olá, hoje sem nada para fazer

resolvi ler algumas coisas na

na net, enfim fuçando textos e

mais textos, achei interessante

postar esse aqui, espero que gostem

beijão até o próximo post!



"O PODER DE UM ABRAÇO representa a “explosão do coração”, o que significa a expansão dos sentimentos.

O PODER DE UM ABRAÇO é uma onda de emoção que nos toma de assalto e interfere em nosso raciocínio.

O PODER DE UM ABRAÇO é o prazer que sentimos ao receber certas atenções e delicadezas que, na verdade, não estávamos esperando.

O PODER DE UM ABRAÇO representa uma troca de energias entre as pessoas.

O PODER DE UM ABRAÇO também significa dar, receber, dividir, compartilhar, relacionamentos pessoais, compartilhar atitudes e pensamentos.

O PODER DE UM ABRAÇO representa o lado mais belo da vida
!"

domingo, 12 de setembro de 2010

órfãos de Kosovo

Tudo começa com a Pangéia, um imenso bloco de terra que, devido a teoria da deriva continental, por lentos movimentos tecntônicos se fragmentou e deu origem aos nossos 6 continentes atuais. A partir dai, os movimentos separatistas só foram expandindo.
Muitos deles pacíficos como o que o antigo Indostão promoveu contra a Inglaterra, liderados por Gandhi numa espécie de desobediencia civil não armada, conseguindo resultados positivos. Mas, infelizmente, a maioria não acontecera dessa forma. O etnocídio dos Balcãs fora em total contraste a essa realidade.
Explicando um pouco sobre o porque de tal guerra. Kosovo queria ser independente da Iugoslávia, mas, por pertencer à Sérvia primeiro deveria ser idependente da mesma.
Comandada por Milosevic, a Sérvia não aceitou tal atitude e aproveitou a questão étnica para acabar com a população local, já que a população de kosovares era em sua maioria albanesa muçulmana e os sérvios, em suma, critãos ortodoxos.
Janeiro de 1998, Milosevic e os líderes Sérvios explodem a guerra do Kosovo. Foram mandadas tropas para a Albânia para eliminar todo e qualquer cidadão de origem muçulmana. Não havia discriminação, homens, gurerrilheiros, mulheres, crianças, TODOS deveriam ser eliminados do país.
Kosovo que, antes da guerra possuia uma população de mais ou menos 1,2 milhões de pessoas, após a mesma, se restringiu à aproximadamente 180 mil habitantes, destes, 120 mil eram apenas crianças, órfãs, os famosos órfãos de kosovo.
A comunidade internacional ficou chocada com tamanha frieza, mas, não podiam fazer muita coisa. EUA apoiava kosovo, mas apenas por questões econômicas, impedindo então a entrada da Rússia na mesma, já que a revanche entre os dois países era clara.
Diante disso, a OTAN a todo custo teve de intervir, lançando a Operação Força Aliada. Mais de 120 mil lares foram precisos para deslocar as crianças que perderam toda a família.
E agora eu me pergunto, sera que valeu a pena? Valeu a pena acabar com um país inteiro? Valeu a pena promover um dos maiores etnocídios da história? Valeu a pena serem lembrados como sanguinários frios e possuíntes do chefe mais idiota do mundo? Para Milosevic talvez sim, já que mesmo após tal conflito e com todos na sua cola desejando o pior dos sentimentos para tal, ainda teve a ousadia de tentar a reeleição. Foi Julgado por crime contra a humanidade e alegou ser inocente e dizer que aquilo não foi nada, com essa maior cara de falso.
Após isso foi sequestrado por Louise Arbour, canadense de 47 anos que enfrentou a oposição dos próprios colegas militares responsáveis por manter a paz no local. Levado para Haia onde ficou exilado e morreu por questões naturais. Fim da guerra? talvez, mas das lembranças não.
Uma guerra recente que deixou para trás os seus órfãos. Órfãos estes sem pátria, país ou dignidade de cidadão. Órfãos esquecidos pelas balas, bombas, incêndios de suas casas. Órfãos que carregam a memória de um passado frio, aterrorizante, triste. Órfãos pertencentes há uma história mais intensa que um filme de terror. Órfãos sem o carinho de uma mãe ou um pai cruelmente torturado. Órfãos com um sentimento de vingança falho. Órfãos descendentes de uma geração "independente, orgulhosa e livre" mas órfãos. Estes são os órfãos, os órfãos de Kosovo.

Fiz um vídeo pra tentar ilustrar melhor o que foi a guerra, as imagens são fortes então, boa sorte.


video

A legenda da segunda parte não saiu então:

1 - Durante 1998-1999, o governo Sérvio realizou uma campanha para eliminar a população de etinia Albanesa de Kosovo; destruindo casas, antigos monumentos albaneses e massacrando milhões de civis albaneses inocentes, homens, mulheres e crianças.

2- Uma força havia se levantado contra o mal instaurado em Kosovo. Essa força era conhecida como Kosova Liberation Army (KLA). O KLA era formado por vítimas; os civis que não tinham onde pedir ajuda. O KLA emergiu de muitos indivíduos para uma força de guerrilha e, finalmente, um exército nacional.

Enfim, indico o filme: Julgamentos de guerra, que conta a história do sequestro de Milosevic pela canadense Louise Arbour. Até :D

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

It's time to shine.

"Tudo no mundo começou com um sim. Uma molécula disse sim a outra molécula e nasceu a vida. Mas antes da pré-história havia a pré-história da pré-história e havia o nunca e havia o sim. Sempre houve. Não sei o quê, mas sei que o universo jamais começou.

Que ninguém se engane, só consigo a simplicidade através de muito trabalho. Enquanto eu tiver perguntas e não houver resposta continuarei a escrever. Como começar pelo início, se as coisas acontecem antes de acontecer? Se antes da pré-pré- história já havia os monstros apocalípticos? Se esta história não existe passará a existir. Pensar é um ato. Sentir é um fato. Os dois juntos – sou eu que escrevo o que estou escrevendo. Deus é o mundo. A verdade é sempre um contato interior inexplicável. A minha vida a mais verdadeira é irreconhecível, extremamente interior e não tem uma só palavra que a signifique. Meu coração se esvaziou de todo desejo e reduz-se ao próprio último ou primeiro pulsar. A dor de dentes que perpassa esta história deu uma fisgada funda em plena boca nossa. Então eu canto alto agudo uma melodia sincopada e estridente – é a minha própria dor, eu que carrego o mundo e há falta de felicidade. Felicidade? Nunca vi palavra mais doida, inventada pelas nordestinas que andam por aí aos montes..."

A hora da estrela - Clarice Lispector

É um dos melhores livros que eu já li, e me recorda o meu ex-professor de literatura e de atualidades, Cassiano Motta! E eu realmente diria, que se alguém me perguntasse, quem é um dos meus maiores ídolos? Eu diria ele, com todo o orgulho do mundo. Nunca conheci e nunca conhecerei alguém como ele e o meu conhecimento de literatura que eu possuo agora, devo todo a ele.

Enfim, não tinha nada muito bom e feito pra postar e me lembrei disso! Enjoy.

sábado, 28 de agosto de 2010

Namorado:Ter ou não,eis a questão

Quem não tem namorado é alguém que tirou férias não remuneradas de si mesmo. Namorado é a mais difícil das conquistas. Difícil porque namorado de verdade é muito raro. Necessita de adivinhação, de pele, saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia.
Paquera, gabiru, flerte, caso, transa, envolvimento, até paixão, é fácil. Mas namorado, é muito difícil.
Namorado não precisa ser o mais bonito, mas ser aquele a quem se quer proteger e quando se chega ao lado dele a gente treme, sua frio e quase desmaia pedindo proteção. A proteção dele não precisa ser parruda, decidida; ou bandoleira: basta um olhar de compreensão ou mesmo aflição.
Quem não tem namorado não é quem não tem um amor: é quem não sabe o gosto de namorar. Se você tem três pretendentes, dois paqueras, um envolvimento e dois amantes; mesmo assim pode não ter nenhum namorado.
Não tem namorado quem não sabe o gosto da chuva, cinema sessão das duas, medo do pai, sanduíche de padaria ou drible no trabalho. Não tem namorado quem transa sem carinho, quem se acaricia sem vontade de virar sorvete ou lagartixa e quem ama sem alegria. Não tem namorado quem faz pactos de amor com a infelicidade. Namorar é fazer pactos com a felicidade ainda que rápida, escondida, fugidia ou impossível de durar..
Não tem namorado quem não sabe o valor de mãos dadas; de carinho escondido na hora em que passa o filme; de flor catada no muro e entregue de repente; de poesia de Fernando Pessoa, Vinícius de Moraes ou Chico Buarque lida bem devagar; de gargalhada, quando fala junto ou descobre a meia rasgada; de ânsia enorme de viajar junto para a Escócia ou mesmo de metrô, bonde, nuvem, cavalo alado, tapete mágico ou foguete interplanetário.
Não tem namorado quem não gosta de dormir agarrado, fazer sesta abraçado, fazer compra junto. Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor, nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele, abobalhados de alegria pela lucidez do amor. Não tem namorado quem não redescobre a criança própria e a do amado e sai com ela para parques, fliperamas, beiras d'água, show do Milton Nascimento, bosques enluarados, ruas de sonhos ou musical da Metro.
Não tem namorado quem não tem música secreta com ele, quem não dedica livros, quem não recorta artigos, quem não se chateia com o fato de seu bem ser paquerado. Não tem namorado quem ama sem gostar,, quem gosta sem curtir; quem curte sem aprofundar. Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto de ser lembrado de repente no fim de semana, na madrugada ou meio-dia do dia de sol em plena praia cheia de rivais. Não tem namorado quem ama sem se dedicar,- quem namora sem brincar,- quem vive cheio de obrigações; quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele.
Não tem namorado quem confunde solidão com o ficar sozinho e em paz. Não tem namorado quem não fala sozinho, não ri de si mesmo e quem tem medo de ser afetivo.
Se você não tem namorado porque não descobriu que o amor é alegre e você vive pensando duzentos quilos de grilos e de medos, ponha a saia mais leve, aquela de chita e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim. Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela.
Ponha intenções de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteria. Se você não tem namorado é porque ainda não enlouqueceu aquele pouquinho necessário a fazer a vida parar e de repente parecer que faz sentido.


Enlou-cresça.

            Carlos Drummond de Andrade
Ouça: Charlie Brown Jr.-Só os loucos sabem



terça-feira, 24 de agosto de 2010

Sonhos

Afinal, o que seria de nós sem os sonhos? Taí uma frase para reflexão...

Tem gente que sonha demais e acaba esquecendo do mundo real, tem gente que diz não gostar de sonhar, porque 'é uma perda de tempo'... Cada um é um e pensa de um modo diferente, mas todos sonhamos, seja a noite quando estamos dormindo, ou até mesmo o dia inteiro!
Pra mim, uma das coisas mais importantes é sonhar, isso alimenta minhas vontades, e quem sabe, um dia pode até acontecer. Dizem que tudo o que nós sonhamos se torna realidade um dia.
Tá bom, sonhar muito pode ser prejudicial, mas as vezes é bom sair desse mundo real e ir pra um mundo só nosso, onde só acontecem "coisas boas", coisas que queremos e afins.
Eu não tinha a menor idéia do que postar aqui hoje, fui pesquisando em vários lugares coisas para postar, ai pensei "por que não sonhos?". Entrei em vários sites para pesquisar sobre sonhos e poder escrever melhor aqui, e não é que tem várias coisas interessantes?! Hahaha eu adoro refletir sobre esses tipos de coisa, não me perguntem o por quê.
Enfim, não consigo escrever tão bem quanto as outras meninas daqui, ainda mais hoje, que estou sem criatividade nenhuma, mas eu tento né hahaha..


"Você é do tamanho do seu sonho". (Autor desconhecido)
Nunca deixem seus sonhos morrerem! Beeeeeeeeijo.

trust!


Talismãs, amuletos de todos os tipos, olho de cabra, pé de coelho, figa, ferradura, elefante branco, buda, trevo de 4 folhas, lua, pirâmide, pedras, estrela de seis lados, dente de elefante, olho, pimenta, alho, fitas de santo, patuá, carranca, ímã, e mais infinitos..
Tem quem acredite, tem quem não se arrisque, tem quem ache bobagem. Tem quem faça orações, rituais. Tem quem passe longe. Tem quem não se arrisca. Tem quem faça zombaria. Tem gente de todos os tipos, acreditando ou não.
Eu sou do contra, pra mim o número 13 me dá sorte, o gato preto é o mais bonito e mais companheiro, passar de baixo da escada é ser feliz, quebrar espelho é ser desastrada, pra mim a cor azul é que a me anima, estrelas são estrelas com seis pontas ou com vinte, trevo de quatro folhas é espécie em extinção, a lua é só a lua, e olho de cabra é meio assustador, o pé de coelho é entristecedor, a ferradura é agressividade, o pé de coelho é dó, a pimenta é pra arder, a fita de santo é pra enfeitar, o ímã só se for pra grudar, buda é só buda e alho só na comida, e olhe lá.
Então às vezes eu penso, que não acredito nisso. Que é tudo uma bobagem!
Mas mesmo sem acreditar, só de pensar em um destino pra cada coisinha dessa, eu já sou uma pessoa que acredita. Reluta, mais acredita.
Quiçá eu esteja errada, totalmente errada! Mais quem nunca abriu a revista, um site e procurou sua pedra da sorte, do signo, procurou sobre seu astral semanal, quem nunca leu a sorte de hoje do orkut? USDHFIUDSHIUFHDSFHS
E hoje, eu que me dizia, isso tudo ser bobagem, me peguei pedindo pra fita de santo me proteger, pro meu elefante branco cuidar por onde eu passar, pra achar um trevo de quatro folhas, ter um pé de coelho e um olho de cabra, queria uma pimenta e um alho só por garantia, um buda, nem que fosse de papel, só pra ter garantir.
E então tudo que eu percebi era que a falta de confiança me dominava. Eu queria uma barreira de proteção, para fugir do que acontecia, pra tentar deixar a sorte resolver. Mas, e se eu for a minha própria sorte?

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Cresci mamãe, cresci ...


Crescer e deixar que o outro cresça ainda é um desafio na sociedade brasileira. A infantilização do brasileiro parece tratar-se de uma droga, começa aos poucos e com pequenas doses, depois, a abstinência toma proporções agigantadas e degenera totalmente o ser. Não querem enxergar que o nosso país está amadurecendo. E rápido. E o que mais se vê são leis protecionistas, possessivas, ditatoriais e um tanto conservacionistas.
No colégio, por exemplo, não há estímulo pra criar conhecimento. Pegam a matéria, estudam por você, mastigam o conteúdo e te entregam para fazer a simples deglutição do "conhecimento". É um tanto contraditório, pois, conhecimento = informação + pensar, mas não podemos pensar, não há tempo, nem auxílio a isso. Mas não digo que seja culpa dos profissionais do ensino, muito pelo contrário, a culpa é inteiramente do monstro que espera-nos ao fim do ano: o vestibular.
Na política. O "Estado Providência" sempre nos dirá o que fazer e nos retirará o fardo de termos que decidir nosso destino. O paternalismo nunca esteve tão em alta como agora. A pouco fora criada uma lei sobre não bater em crianças, nos mostrando qual o jeito certo de educar. Engraçado, pois isso já chega a inferir na nossa própria privacidade moral. Muitos não sabem mas, nos últimos anos, o governo tem se esforçado para ampliar essa doutrina a todos os brasileiros. Censura, restrição à publicidade de doces, proibição à publicidade de mamadeiras, chupetas e bicos para mamar (tenta-se promover a amamentação no seio materno), são algumas das "proteções integrais" que o governo nos acata, sem saber ao mínimo nossa opinião sobre tal.
Na mídia. Hoje, o que mais se vê é uma ditadura da "mãe mídia". Diz-nos o que vestir, o que sentir, o que comer. Ou você acha que a propaganda recentemente instaurada "coma abobrinha porque é bom, saudável, e vitalizante" é feita para realmente expressar tal situação? Na verdade, a abobrinha está em alta produção, e o Estado necessita acabar com isso, veiculando-a através da mídia.
Em casa. Pais superprotetores. Nos levam e nos buscam no colégio, tiram todos os obstáculos à nossa frente e não nos deixam enfrentá-los. Uma forma de amor? não duvido, mas um dia isso não será mais capaz, e quem fará tal papel? a vida será dura para alguém que fora mimado desde a infância.
Essa turma conservadora está caindo de maduro do galho. O próprio Estado, proclamou a independência da Colônia sem a participação do povo. Aqui a sociedade civil foi inventada pelo Estado, como uma sociedade coadjuvante, tutelada e frágil. Hoje, vivemos deitados eternamente em berço esplêndido.
É preciso aprender a tratar afetivamente o outro sem infantilizá-lo. O medo de sentir-se inseguro muitas vezes prevalece. Renunciamos à segurança, ao conforto, às mordomias e ao aconchego da casa dos pais e ai nos deparamos com consequências. É válido lembrar que tais consequências, em sua maioria, serão positivas.
Infelizmente, o Brasil não está preparado para uma revolução. Resolver uma crise de identidade no nosso país não será fácil. Talvez o bom senso indique que precisamos ainda da proteção da mamãe-Estado e do papai-governo. Talvez ainda não estejamos prontos para ser uma nação onde a população tem o direito de escolher e de errar por si. Mas isso precisa mudar, aos poucos mas precisa.
Daqui a pouco, na compra de carne vermelha, todos terão que levar uma cesta de frutas para tornar sua dieta mais saudável. Afinal de contas, precisamos ser protegidos de nós mesmos.
A questão aqui é que, além de tudo, somos tratados como idiotas. Cresci mamãe, cresci...


ABOUT JU

Esse post vai inteiramente dedicado ao salvador dele, o math :( se não fosse por esse caro amigo, nosso belo post teria ido pros ares, junto com a minha paciência de escrever outro (sap: escrevi o negócio e deu erro no ie e fechou tudo :) )
Bom, não preciso nem falar da minha indignação com o São Paulo futebol clube não é? Time desestruturado, não mostra raça, não mostra velocidade, não mostra atuação. Composto só por jogadores de times pequenos e que não aparecem diante do jogo, apenas pra fazer reclamação (vide fernandão). Tudo culpa dessa diretoria de merda. Juvenal Juvêncio, faça um favor à toda nação São Paulina, R E N U N C I E!
Whatever, keep smiling!

música da semana: foo fighters - best of you
livro da semana: toda a coleção de livros da Ágatha Christie

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

OUSE!


...não tenha necessidade de nada!

não tente adequar sua vida a modelos,
nem queira você mesmo ser um modelo
para ninguém.

acredite: a vida lhe dará poucos presentes.

se você quer uma vida, aprenda ...
a roubá-la!

ouse, ouse tudo!

seja na vida o que você é, aconteça o que acontecer.

não defenda nenhum princípio,
mas algo de bem mais maravilhoso.


[Lou Salomé]

domingo, 15 de agosto de 2010

viver

e não ter a vergonha de ser
FELIZ;

domingo, 8 de agosto de 2010

Casa grande e Senzala



Espaço senhorial, das artes, da mobília colonial, da estrutura arquiteônica e, possivelmente, da estrutura político-econômica do Brasil atual, a Casa grande, moradia do senhorio no Brasil colonial ia em total discrepância com a Senzala, local de apartação, escravidão, serviçalismo, violência e tribalismo.
Desde a época canavieira, ou até muito antes disso, a elite instaurou um certo preconceito por sobre seus inferiores, tanto índios como escravos negros vindos da África.
Os famosos "escravos vermelhos", "negros do Brasil", "silvícolas ", "selvagens", "bugres", ou melhor, índios, desde a chegada dos portugueses na terra prometida, foram totalmente desrespeitados enquanto homens. Fizeram parte da escravidão vermelha, onde o índio não era vendido, não era comprado, mas era obrigado a trabalhar, ou então trocar seu ouro por alguma bugiganga qualquer. E o resultado menos provável foi a banalização do vermelho. Roupas, objetos, tudo que fora colorido com a cor vermelha foi barateado, não tinha mais valor entre a elite senhorial portuguesa e brasileira.
Já o negro, explorado sócioeconomicamente desde seu nascimento, na época colonial, servia apenas para o trabalho duro do canavial. Plantava, colhia, roçava, e, no fim do dia - quando não era obrigado a cumprir serviço no horário noturno também - voltava para a senzala, onde fantasiadamente muitos críticos acreditam que era um lugar no estilo "de volta a sua terra", onde o negro podia ser quem quizesse, ter seus rituais e costumes, na verdade, era um local de intensa disputa pelos melhores restos, um tribalhismo à antiga - já que os negros vinham de diferentes locais, e suas tribos muitas vezes inimigas -, refletindo uma vida um tanto desgastante.
Onde eu quero chegar com isso? bom, nos dias atuais.
O problema mór do brasileiro é não ter ressentimento. Hoje em dia, a exploração bugro-negreira fora totalmente esquecida, discutida somente em aulas didáticas de história, mas o resultado não.
O preconceito instaurado por essa época é visível, mais do que seria esperado, já que a abolição da escravidão foi concretizada, no papel para deixar bem claro.
Cotas, programas e unidades de solidariedade à miscigenação de raças, ONGs e até leis são vistas para tentar amenizar esse processo e ainda há muitas pessoas que reclamam e/ou não cumprem.
As tão polêmicas cotas, que muitas pessoas acreditam ter sido criadas justamente pelo preconceito de que o negro não tem tanta capacidade quanto aos brancos. Leigos. Cotas para negros foram criadas porque o negro sofre preconceito no mercado de trabalho. Entre um negro qualificado e um branco com a mesma qualificação, escolherão o branco, logo, com mais negros na faculdade, mais negros se especializarão e mais negros entrarão para o mercado de trabalho.
Não entenda isso como se eu fosse a favor de cotas, muito pelo contrário, acho que antes de tentar esconder o problema, você deve cortá-lo pela raiz, ou seja, acabando com o tal preconceito. Mas acho válido como solução temporária.
Nos tempos dos primórdios do rock'n'roll a elite branca não escutava músicas feitas por negros (estes que inventaram tal ritmo) e, com o passar do tempo, eles que dominam a maior parte da música hoje em dia.
O que eu quero passar é que, a sociedade tem que pedir desculpa ao negro por tanta atrocidade. Alías, quem seríamos nós sem o samba, a feijoada, o torresmo, a capoeira, as cantigas de roda. Nada. Eles cresceram sem a nossa ajuda, e nós, totalmente dependentes da deles.
Enfim, porque a bandeira branca que significa paz? Termino aqui desejando uma bandeira negra para todos nós.

domingo, 25 de julho de 2010

A teenage anarchist ?

"I was a teenage anarchist, looking for a revolution" (sap: "eu era um adolescente anarquista, procurando por uma revolução"), como diria a música I was a teenage anarchist - Agaist me. Uma música interessante, com uma letra mais ainda. E o mais interessante na letra inteira é o uso dos verbos no passado, "eu era", o que me deixa curiosa em saber o que ele é agora. Intrigante, mais não muito difícil de se supor.
Agora, imagino-o como mais um da parte madura da população, na moda, sem paixões e ambições a volta, perdendo o seu tempo com a boa educação. Fazendo parte de uma revolução, não a tão sonhada que ele procurava quando era um "adolescente anarquista", mais uma revolução obcecada na exploração, a revolução de negócios, mentindo, negando tudo a sua volta.
O que eu fico pensando e rindo comigo mesma é a sua cara, lendo esse papo de revolta mirim, imaginando onde eu quero chegar com esse texto de suposições, mas eu te digo: no colapso do século XXI.
Já me perguntaram por que, nos meus textos, pareço pegar no pé de pessoas que se encaixam nessa geração atual. Pois bem. Eu realmente tenho um problema com isso. Não com pessoas - até prefiro animais, mais gosto de pessoas sim, não sou nenhuma autista -, e, sim, com essa geração atual e seus "truques" de confiança. E quando me refiro a geração, não é única e exclusivamente em relação a pensamentos, e sim a atitudes. A política, a música, as idéias, as "criações", as pessoas, todos, foram perdidos ao final do século XX.
Agora vivemos numa só "geração unida". Todos se parecem tanto, que aquela ideia dos opostos se atraem se perde, já que não existem opostos. A famosa geração dos zeros. A tal geração caracterizada também por green day, na música 21st century breakdown quando canta: "My generation is zero, I never made it as a working class hero" (sap: "Minha geração é zero, Eu nunca me dei bem como um herói da classe trabalhadora"). E é bem isso mesmo. Pai importante? não. Mãe influente? não. Reconhecido nacionalmente? não. Prazer, você é conhecido agora como ninguém.
E não há conserto. A cada dia que passa, mais gente, cada vez mais perde a sua sanidade, perde o resto da sua mente.
A era da humilhação. Você é o que acham que você é, e não quem você realmente quer ser, logo, temos que ser como os outros querem que nós sejamos, ou então? PUF -> um L de looser (sap: perdedor) na testa e você para a parte cegada da cidade.
E daí que as pessoas se diferem. Estar nessa parte cegada não é ainda ser diferente. Diferente é você ser o primeiro a cair, e o último a correr. Em meio a desesperados no declínio, que acabam por aceitar e se unirem a parte cega e manipulada da sociedade, aqueles feitos de veneno e sangue conseguem fugir da condenação. Aqueles que tem o estilo e a ambição.
A era aonde aqueles querem controlar. É tudo tão proibido e frustrado, uma realidade relativamente chata. Todos prezam pela liberdade, a "liberdade para obedecer" nessa política muito conveniente. Tudo que se vê é ideologia sem derramamento de sangue.
Não entenda isso como se eu estivesse reclamando de pouca violência ou poucas pessoas prontas para colocar o mundo em fogo, entenda como uma metáfora para o "muito dizer e o pouco fazer". Somos todos hipócritas, sentados numa sala de espera, esperando o julgamento, com orgulho engolido, com uma fé engasgada, com um futuro já escolhido, perdidos e nunca encontrados, criados pelos bastardos do capitalismo, criados numa era de "heróis e malfeitores". Aliás, você acredita no que vê sobre seus heróis e malfeitores?
E eu fico aqui, esperando os conspiradores. Com idéias anarquistas, longe dessas de covarde liberal. Então, obrigada por nada, eu já ouvi isso antes.



ABOUT JU
Desculpa galera por ficar ausente tanto tempo, época de vestibular e depois eu fui fazer uma viagem. Mas vou tentar postar todo domingo como eu tava fazendo. Ah, antes de julgar qualquer coisa, tenta entender antes o que é ser anarquista e não considerar isso ao pé da letra, já devem saber que meus textos são baseados em metáfora. Enfim, para aqueles que entenderam e se identificaram, mais do que nunca, now it's our fucking time!

música da semana : I was a teenage anarchist - Agaist me!
livro da semana: O Ilusionista - Steven Millhauser

terça-feira, 20 de julho de 2010

Dia do Amigo!


O dia do amigo, celebrado em 20 de julho, foi criado pelo argentino Enrique Ernesto Febbraro. Ele se inspirou na chegada do homem à Lua, em 20 de julho de 1969, considerando a conquista não somente uma vitória científica, como tambem uma oportunidade de fazer amigos em outras partes do Universo. Assim, o argentino divulgou o lema: "Meu amigo é meu mestre, meu discípulo é meu companheiro".

Aos poucos, a data foi sendo adotada em outros países, e hoje, em quase todo o mundo, o dia 20 de julho é o dia do amigo.


Existem tantos tipos de amigos... Amigo Imã: carrega você pra todos os passeios; Amigo Irmão: às vezes é até melhor que o seu próprio irmão; Amigo Parceiro: sempre pronto pro que der e vier; Amigo "Viagem na maionese": embarca com você nos seus sonhos mais mirabolantes; Amigo Barulho: quando sai, deixa um silêncio incrível...; Amigo Banqueiro: $empre ajuda você na$ hora$ mai$ difícei$; Amigo Popular: você tem que entrar na lista de espera pra falar com ele; Amigo Protetor: sempre te defende nas horas difíceis; Amigo Esotérico: acredita que existe 'uma razão' pra tudo; Amigo Otimista: esse tem a solução pra tudo; Amigo Conselheiro: vive lhe dando conselhos, mesmo que você não peça; Amigo Antigo: esse é pra ser preservado; Amigo Novo: já esse é pra ser conquistado; Amigo Sábio: sabe a hora de falar e a hora de se calar; Amigo Experiente: sempre sabe como e quando fazer as coisas; Amigo Anual: você encontra uma vez por ano e nota que o tempo não acabou com o sentimento de amizade; Amigo Mãe: sempre pronto a dar um colinho.

Fora os outros tipos que não citei né, se eu fosse citar todos, ficaria eternamente aqui! Enfim, amigos são como nossa segunda família, às vezes passamos mais tempo com eles do que com nossa própria família. São com eles que compartilhamos vitórias, fracassos, alegrias, tristezas, pedimos conselhos, brigamos... As vezes até contamos coisas pra eles que não contamos para os nossos pais. São eles que marcaram nossa história, mesmo naqueles momentos de tédio, que sentava um do lado do outro e conversavam sobre besteiras, pra passar o tempo. Mas mesmo assim, lembraremos pro resto de nossas vidas e contaremos pros nossos netos nossas "aventuras". Então... só queria dizer que, é muito bom ter um amigo (e tenho certeza que todo mundo tem, pelo menos um) que você possa fazer e dizer tudo (ou quase tudo!), enfim, se vocês tem, não deixem essa amizade acabar por bobeiras, porque eu sei como é ruim perder boas amizades por bobeiras, já passei por isso e não aconselho a ninguém!

Enfim.. FELIZ DIA DO AMIGO PRA TODO MUNDO, em especial pros meus amigos hehe! E que isso não acabe tão cedo!
E ah... Feliz dia do amigo pros meus 'amigos virtuais' também, todos os meus gordinhos e minhas gordinhas... Sem eles eu também não saberia o que fazer! Agradeço muuuuuuuuuuuito ter encontrado vocês!
Beeeeeeeeeeeeeijo.

PS: Mas e aí, que tipo de amigo vocês tem? E que tipo de amigo vocês são? Comenta aí! ;*


sábado, 10 de julho de 2010

Nail Art

Diferente de todas aquelas unhas tradicionais que estamos acostumados a ver, a Nail Art é uma técnica diferente, em que a unha fica mais bonita; como o próprio nome diz, é uma arte, algumas são bem complicadas e requerem tempo,paciência e muita criatividade. A maioria é feita em unhas grandes mas se você tem unha pequena também pode fazer, se quiser um aspecto mais bonito,coloque unhas postiças. Você pode ousar mais e fazer uma bem chamativa ou também aquelas mais fofas, ambas lindas. Existem váris tipos, as com aplicações, em que você aplica strass ou algo diferente, fica com uma certa relevância, e outras.Pode-se usar tinta para tecido, com pincel fino, ou o esmalte mesmo,com o dele.


Agora, se você não curtiu nenhuma dessas, e não gosta de todas as que viu, continue na boa e vellha francesinha, e no esmalte puro, haha.

Estamos em final de copa do mundo, Brasil eliminado, infelizmente, e então, para quem vai sua torcida? Me diz no comentário haha, estou apostando na Espanha!

• fotos: Flickr


terça-feira, 29 de junho de 2010

Nova empolganteeeeezinha!

OOOOOOi,
mais uma empolgantezinha pra completar o empolgaas6! haha
De verdade, to muito feliz de estar aqui ajudando as meninas. Sempre vinha aqui no blog ver os posts! Como vocês já sabem, teve um problema com uma das meninas do blog, e eu to aqui substituindo.
Vou tentar ter o máximo de criatividade que nem as meninas tem..

Hoje eu não sei sobre o que falar (dá um desconto vai, primeiro post hehehe), mas prometo que terça que vem posto alguma coisa legal, interessante, sei lá! rs
Bom.. queria agradecer de novo às meninas que me chamaram pra fazer parte do blog, sério, obrigaaaaaaada minhas gordinhas! Sem vocês minhas tardes não seriam nada, hahahaha!
Beeeeeeijo ;*

segunda-feira, 28 de junho de 2010

are you listening?

Olá minha gente linda, K, depois de tanto tempo sem postar, do abandono do blog, ele está de volta e eu prometo que vai ficar cada vez melhor. *-* Ok? Ok!
Dessa vez eu fiz uma entrevista sobre música, cantores, bandas e enfins.. Foi muito engraçado e meio corrido, afinal tá todo mundo ancioso pelo jogo, mais eu juro que vale a pena. [VAI BRASIL, q]

Entrevistados:
Amanda Maruchi, 15 anos



João Vitor, 18 anos




Kaleb Cardoso, 16 anos



Caroline, 13 anos

Carine, 11 anos

Lucas, 15 anos



Beatriz Ruiz, 16 anos

Lívia Lima, 14 anos




twitter:
@amandamaruchi
@KalebCardoso
@CarolSenkiio
@Carine_Senkiio

@lucaaass
@LiviaLiima

formspring.me:
/amandamaruchii
/jowjohn
/kalebcardoso
/CarolSenkiio
/CarineSenkiioS

orkut:
~kalebcardoso
~jow

are you listening? [interview]

1) Qual banda/cantor[a] na opnião de vocês marcaram muito e serão lembrados eternamente?
Charlie Brown Jr. rs
Ac/Dc
Michael Jackson
Michael Jackson
Legião Urbana
Ray Charles, ele revolucionou completamente a música, fez algo praticamente impossivel.

2) Qual banda/cantor[a] é seu ídolo? E o que faria por ele[s][a/as]?
Não tenho idolos, mas gosto de paramore,charlie brown, avril lavigne. nada k
Sebastian Bach (skid row). Iria a todos os shows ;p
Kurt. Nada já morreram '-'
Restart.
Sairia escondido de casa para ver eles OWUOEUOW
Renato Russo. Não poderia fazer muito pois ele morreu a bastante tempo, mas daria TUDO pra ter visto um show ou ter conhecido ele.
Christofer Drew, falem o que for, acho incrivel a maneira que ele coloca os sentimentos nas musicas. Nossa, eu faria de TUDO pra assistir, um pouco que seja dos shows de cada um, iria me lembrar pra sempre.

3) O que vocês acham sobre as bandas coloridas serem rotuladas como modinha?
acho que são modinhas, porque penso eu que logo ngm mais vai curtir(espero)

Moda sempre existiu, a tempos atras a moda era o rock. Isso passa, é fase... As bandas que devem ser lembradas já fizeram seu trabalho. E a musica está sempre em transformação, pra pior ou melhor. Atualmente pra pior, BEM pior.
Acho pura verdade, modinha aquilo todos jovens gostam,

É modinha , mais e daí ? Tem gente que gosta outros não cada um tem sua opinião e todos devemos respeitar ! São, por mais que as fãs não aceitem e eles são modinhas, pelo menos eu acho isso, claro que tem aquelas que vieram pra ficar, mas muitas são modinha, a maioria.
Isso depende de quem vê, se você gosta você não liga pra isso, essa parada de rotulação de modinhas não me importa.

4) Vocês gostam da "modinha" atual?

nãaao D:
São poucas bandas,cantores atuais que eu curto, a maioria não presta. Arranjos fracos, letras fracas, instrumentistas mais fracos ainda.
é legalzinha mas tem coisas melhores

Não, nunca gostei.
Nem ligo, se eu gostar é isso que importa, que se fodam os outros.


5) A maioria respondeu que é modinha sim e tal [e que não gosta], então, por que vocês acham que faz tanto sucesso?

por ser modinha, e tá bombando agr, já já o fogo apaga!

Contatos. Não adianta ser bom hoje em dia, se você não tem contatos fortes a banda não sai do lugar. Outro fator importante é o tipo de musica que a mídia pede. A musica tem que ser literalmente uma ''lavagem cerebral'' afinal mesmo detestando bandas como restart, cine, rbd e afins, basta escutar uma vez alguns trechos da musica e você vai ficar com aquilo na cabeça.

é diferente, e futil, comparado ao mundo que esta hoje, eu não vivo isso só escuto.

Porque de repente muitas coisas mudaram na música e no dia-a-dia de muitos adolescentes e todos começaram a gostar de uma mesma coisa , daí então a modinha fez sucesso .
Pô é um novo estilo que veio e começou a bombar aqui no Brasil o estilo Power Pop é um dos estilos de musica preferidos dos adolescentes. a moda restart podemos ver que na rua as pessoas andam assim , com calças coloridas cabelos diferentes !
A maioria dos jovens hoje em dia gostam de modinhas, "viram" até bissexuais por estar "na moda", qualquer coisa nova por mais que não seja tão bom, eles gostam, e consequentemente fazem sucesso.

Porque é moda e tem muito adolescentee que acha o som bom e que nao aguenta ficar por fora da modaa(bestaa)
Sla, porque muitas pessoas gostam. QQ

6) Já gostaram algum dia de alguma modinha?
sim, RBD forevis ,floribella k
Não mesmo...
eu curto restart mas não é abusivamente, mas ja gostei de bonde do tigrão -Q kk'
Gosto de algumas bandas da modinha .

Restart 2010 ;

RBD, 2006, só. E amo até hoje mesmo tendo acabado.
Aa nao me lembree acho que nunca curtii uma banda por causa de modinhaa
Sim, até curto restart, hihi.

7) Qual o seu gênero de música preferido?
muitos,muitos mesmo
Rock, Hard Rock, Heavy, Thrash, Jazz, Blues, Progressivo, Clássico, e por ai vai...
Techno,rock,pop
Pop/Rock
Power Pop / Pop

Não tenho um genero preferido, ouço aquilo que eu gosto, as vezes eu to pra pop, outras vezes pra rock.

Rock e pop

Rap, Rock.

8) Qual a frase de uma música que marcou pra você?

eu sou o errado que deu certo,mas quem aqui é errado no mundo dos espertos
''Im on a highway to hell...'' :P
Quero te abraçar, quero te beijar,Te desejo noite e dia (8)

Queria ver o sol nascer, até o amanhecer (Sempre com você)
Vou te dizer que falta muito pouco para olhar nos teus olhos e dizer :amo você (8) É uma das minhas preferidas !

"Quando tudo está perdido sempre existe um caminho".
Lembranças nao se apagam com o Tempo
But just the other day I saw that little girl taking her tongue down her throat.

9) Gostariam de ser cantor[a] famoso[a] ou ter uma banda famosa?

eu gostaria de ter uma banda,nem precisa ser famosa, mas deve ser realmente legal fazer parte de uma
Tenho banda, e não é famosa. AHUAUHauha Mesmo porque o tipo de musica que tocamos não vende hoje.
Sim, toco em duas bandas se alguma delas de certo eu toco o barco ^^
Sim .

Banda Famosa !
Se eu tivesse talento pra isso, sim.
Siim hehehe
Queria ser o Kid Cudi, KK

10) Uma música que te faz feliz, uma que te irrita, uma que não sai da sua cabeça, uma que te deixa triste e uma que te faz chorar.
a maioria do Charlie Brown e do Paramore ; Rebolation ; torce retorce,procuro mais não vejo,não sei se era a pulga ou se era o percevejo(não sei o nome) ; algumas do CH Jr. e Nando Reis - Por onde Andei ; Avril Lavigne - Nobody's Home
Ready to Love - Bad company/Restart - Recomeçar/Street Talk - Stanley Jordan/Não escuto musica que me deixa triste ;)
Amo noite e dia - Jorge e Matheus, Baby - Justin bieber, essa tal liberdade - alexandre pires, Falling for you - colbie, falling for you
Baby / Garota Radical / Se você quiser / - / -
Uma música que te faz feliz: Recomeçar ! uma que te irrita: Qualquer uma de funk . uma que não sai da sua cabeça: levo comigo . uma que te deixa triste: Bye Bye. E uma que te faz chorar: Nenhuma ouwuewue
Tempo Perdido/Garota Radical/ Break The Ice/ A Via Láctea / Beautiful.
feliz--Zerar e recomeçar(nxzero), Todas as musicas da banda d'javu, o Funk da pamonha(culpa do gloria)kkkkkk,triste---naoo sei nenhuma agora,chorar-------catedral
Kylie Minogue - Wow / Baby - Justin Bieber / Rockstar - Nickelback / Eight-Dollar Engagement Rings - Chase Coy / What Hurts The Most / Rascal Flatts


11) Gostariam de fazer algum comentário sobre música, banda, cantor[a] ou enfim?
não gostaria não D: UASHUA
não, só digo que não tem mais merda pra inventar, então que vanha as coisas boas de antes.

Sim , cada um tem sua opinião e devemos respeitar isso .
Só gostaria de dizer as pessoas que ficam falando mal de algumas bandas coloridas que parem , porqe é o estilo deles ... Algumas pessoas gostam outras não , então o bom é nós respeitarmos .
Sim, por mais que eu ache o Justin Bieber um babaca eu viciei em Baby, confesso.
Naoo tenho nadaa contra as bandas coloridas eu sou contra o fãs que sao coloridos sem motivo e sem atitudee isso siim confesso que ja escuteii varias musicas deles e canto algumas siim mais nada que me faça cai na besteira de virar coloridaa(naoo curto) Respeitoo quemn curtee so nao me obriguee a gostar e elogiar eles
Justin Bieber, para de cortar o cabelo em salão de mulher QN.


" ' Lívia diz:
*Quero mandar um beijo pro Pc Siqueira. "

sábado, 26 de junho de 2010

Masturbação

-->
Olá, hoje vou falar sobre um assunto que,ainda é tratado com um tabu por muitos MASTURBAÇÃO.
A masturbação ainda é assunto de vergonha entre as mulheres,para muitas é mais fácil até mesmo conversar com homens do que com amigas, muita gente pensa que as mulheres não praticam isso, mas a diferença para os homens, é que eles assumem, elas não. Há quem pense também que é coisa só de adolescente, mas não é, adultos também; em adolescentes é mais comum pelo fato de não ter um parceiro, e estar descobrindo o corpo. A masturbação passa a ser um problema a partir do momento em que se torna compulsiva, ou seja, ela torna-se um vicío e a pessoa deixa de fazer várias coisas.
Mas afinal, O que é?
De acordo com o dicionário, masturbação é o ato do auto-erotismo, “Provocar o orgasmo pela fricção da mão ou por meio de instrumento próprio; vício solitário” é proporcionar prazer ao corpo através dos toques das mãos.
Existem muitos mitos sobre a masturbação, vou postar aqui alguns deles:
•Causa espinhas no rosto—mentira,mentira
•Causa cegueira – hãn? Já imaginou a quantidade de cegos no mundo...
•Causa loucura – mesma resposta da anterior...
•Fazem crescer pelos na mão- puro folclore
•Aumenta o tamanho do pênis- meninos, sinto muito lhes dizer, mas é mentira também


Religião
A igreja condena o ato da masturbação, ou seja, é considerado pecado, mas isso não impede as pessoas de se masturbarem
“Na Bíblia não há referências condenatórias diretas a esta prática. No entanto, toda as formas de lascívia são condenadas. O ato da masturbação envolve todo um conjunto de fantasias eróticas e instrumentos próprios, em alguns casos, as revistas e filmes pornográficos são usados para despertar a sensualidade. Ao fazer uso desta pratica, abre-se a vida para o diabo agir, o Espírito de Deus se retira e a vida torna-se numa verdadeira desgraça.”
Masturbação faz parte de um ciclo natural, ou seja, não se envergonhe disso.
-
Bem, saindo do assunto do meu post quero anunciar a entrada de mais uma empolgantezinha, nossa querida amiga Giovana,e a saída da Giüli, por conflitos internos, mas é isso,a partir da semana que vem vocês verão a Gi por aqui :*
Esse post foi totalmente pensando e dedicado à uma galerinha da comunidade da CH que fala sobre isso toda noite, haha, sabem bem quem são, beijos.


Fonte: sites da primeira página do google, q. Dedico esse post à Lívia e à galera da ch que vive falando sobre isso, ok, rs, bjs.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

animais de estimação...

... Com o abandono do Blog, devido as gordas que só pensam em comer e esquecem de postar aqui(mentiramovocês). Postarei uma coisinha meio sem nexo hoje!!! UDHUASHUA


ok ... vou postar sobre animais de estimação, toda criança já teve um animalzinho que muitas vezes é levado com elas a vida toda até que eles morram :(
Sou apaixonada por cachorros *-* mais infelizmente não posso ter um, pois moro em apartamento :/ mais assim que eu puder irei correndo comprar um*-*



Os 10 animais de estimação mais bizarros do mundo:
1. Jessica: o hipopótamo de ¾ de tonelada
2. A capivara carente
3. A cabra Real
4. A tartaruga de duas cabeças
5. Tommy Tucker, o esquilo-modelo
6. A lhama que vive em apartamento
7. A ovelha anti-social
8. O pingüim aristocrata
9. As oito girafas que tomam café da manhã com a família Carr-Hartley
10. Misha, uma égua que vive dentro de casa

* saiba mais sobre cada um desses animais bizarros,http://hypescience.com/21113-os-10-animais-de-estimacao-mais-bizarros-do-mundo/

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Não passar em branco.

Já que não tenho tema definido, e hoje é meu dia, e eu não posto faz uma (ou mais?) semana, aqui estou eu e vou falar de inutilidades, hehe. =)

Estão acompanhando a Copa? Er, porque quem não gosta de futebol, odeia essa época e odeia a televisão/internet durante um mês. Mas enfim, olha.. nunca senti tanto orgulho de dois países: meu Brasil e minha Argentina (yep, Argentina, Messi, Maradona). Os dois classificados para as oitavas e eu to excessivamente orgulhosa, e meu avô doentinho também (aliás, vocês não sabem o quanto é bom ver uma pessoa sem esperança pra vida, sorrir porque o time de coração dele está ganhando). Brasil inteiro verde e amarelo nessa época, e é até estranho, porque até quem odeia o Brasil é super patriota agora HAHAHA. E quem aí tá com medo dessa recente goleada de Portugal em cima dos coreanos? Sabendo que o próximo que enfrenta Portugal, são nossos craques... e que mesmo não jogando muito nos dois primeiros jogos, Kaká está expulso desse (puta falta de sacanagem). Bom, que venha o jogo e as oitavas-de-final.

Falando em Argentina (ou não, mas como falei ali em cima, lembrei..), eu não vou mais pra lá! Sim, eu iria agora em julho e seria tudo tão perfeito. Mas é, não rolou.. só fim do ano. E eu tenho paciência suficiente para esperar, sei que vai ser melhor assim. Pra minha mãe, meu vô e minha família.

Hoje também, eu estava refletindo sobre o meu terceiro e último ano no colégio. Sabe, tá caindo a ficha que eu não vou mais ter isso ano que vem, e vão ser as últimas férias escolares de julho que eu vou ter, é um tanto quanto decepcionante. Hoje tiramos fotos, e eu estava vendo, e me deu um desânimo. Porque mesmo que a minha sala não seja tão unida, pra mim é a melhor sala. E eu não me vejo em uma sala de aula que não seja essa. Meus professores... claro que na faculdade, eles vão ser fodas, mas os que eu tenho agora, são os melhores. Fora que né, é um momento decisivo pra sua vida, se você faz uma merda agora, fudeu! Voltar atrás dá muito trabalho. Primeira decisão sozinha, e a única coisa que passa pela minha cabeça é: estou mesmo preparada? fisioterapia ou design gráfico? Não imaginei que terceiro ano ia ser esse tumulto que está sendo na minha vida. Enfim.

Aliás, já viram Tumblr? É tipo de um blog que você posta desde imagens até vídeos, e de frases até textos. Tem aquele negócio de follow também, e é bem interessante. Viciei. O meu: http://www.sapnis.tumblr.com

Mais uma coisinha, prometo. Empolga às 6 com apenas 5 empolgantezinhas. Em breve, colocaremos mais uma! Cada uma com o seu dia, sem deixar dias em branco, como estava sendo. E ainda com layout novo.

ACHO que é só isso HAHAHA só pra atualizar mesmo! Desculpem por todos os transtornos, e beijinhos xx

terça-feira, 22 de junho de 2010

Insegurança

Antes de começar a falar sobre o assunto desse post, eu quero pedir infinitas desculpas as meninas do blog,e as pessoas que lêem ele por eu ter deixado de postar todas as terças feiras, tive alguns problemas e um acidente um tanto grave e por isso fiquei impossibilitada de escrever aqui.

Enfim, voltando ao assunto, no sábado passado, às oito horas e vinte e cinco minutos da manhã, eu estava na escola, com cinco provas complexas e estupidamente detalhadas na minha frente. Eram as notas daquelas provas que se fixariam no meu boletim, decidiriam o meu futuro e abririam as minhas férias. Cinco provas extremamente difíceis.

“Você passou um mês inteiro sem festas, e madrugadas acordada na frente dos livros imensos de biologia e física por causa desse dia. É só mais esse ano. Daí vocês faz vestibular, e entra na esperada faculdade. Você consegue.” Eu pensei. Peguei minha caneta e comecei a responder aquele bloco de folhas cheio de perguntas. Às nove horas e quarenta e cinco minutos, parei de escrever, com a mão esquerda dolorida. Olhei para minha melhor amiga, que estava do outro lado da sala e ela estava olhando para o teto de minuto a minuto. Voltei a fazer a prova, terminei as 10:15, entreguei para o supervisor e desci até o pátio para encontrar a Marina(melhor amiga), que havia descido uns cinco minutos antes. Ela estava decepcionada consigo mesma. Disse que estava arrependida, pois saberia muito mais daquela prova se tivesse estudado mais e deixado de ir para alguns lugares. Lembro-me que neste momento eu a abracei o mais forte que pude, tentando consolá-la dizendo que dá próxima vez, seria preciso que ela organizasse seu tempo e que se esforçasse mais, pois assim ela iria obter tudo o que desejava.

Hoje, com a nota máxima em todas as provas que havia feito naquele sábado, vejo que só é seguro, aquele que luta pelos seus objetivos e da o máximo de si. Pois este não só valorizou, mas conquistou o que queria. E acima de tudo, adquiriu um dos bens mais preciosos que podemos ter: o conhecimento.

Frase: “Feliz é aquele que escreve uma autobiografia da diversão”

Música: Inconsolable-Backstreet Boys (em homenagem ao Dani Xi)

Livro:A comédia humana- Willyam P. Young



Por: Giuli Barbieri

sexta-feira, 18 de junho de 2010

aparentemente


Em constante construção.. peço desculpas.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

...

...
Mais um dia dos namorados esta chegando,
Sábado, 12 de junho, muitas pessoas apaixonadas iram
Presentear seus amores, não só apenas os namorados. Muitas vezes os casados também presenteiam seu parceiro segundo eles serão “eternos namorados” hehehe...
Existe namorados de vários tipo, os que parecem compulsivos que são aqueles namorados que são praticamente siameses pois suas cavidades bucais estão sempre juntas vivem junto do outro, os namorados mais descolados que são aqueles que adoram uma balada saem sempre, os caseiros que curtem mais um filminho em casa, os ciumentos, os namorados virtuais que existem também... Enfim existem namorados para cada tipo e gosto...




... E o seu como é? Comentem.
Bom, eu não tenho namorado então sábado ficarei sem presente mais se lembre vocês SOLTEIROS:
o dia é dos namorados mais a noite é dos solteiros!
___________________________________________________________________

Aproveitando que meu post é hoje quinta feira não poderia deixar de falar sobre a abertura da COPA uhuuul... Foi dada a partida para a Copa do Mundo de 2010... Enfim agora só nos resta torce pelo Brasil, apesar daquela colocação mais enfim sou brasileira né hahaha
e vocês o que acharam da abertura? Comentem...


Bom, por hoje é só beijos até o próximo post >>>

terça-feira, 8 de junho de 2010

ciúmes possessivo.



Em "homenagem" (que não é bem uma homenagem) ao Dia dos namorados (12/06) eu fiz uma narração. Título auto-explicativo, ok? (P.s.: substituindo a Giu, sabe né...).

O que eu sempre quis.
Pela janela do meu quarto eu via a chuva cair, meu carro havia quebrado e "ELE" me disse que não poderia me ver naquela noite, meu sangue fervia e borbulhava de raiva, eu me perguntava porque isso estava acontecendo, porque ele não queria me ver? Aonde ele iria? Como ele iria? E o pior, com quem ele iria?
A chuva não cessava nunca, parecia ficar cada vez mais forte a cada segundo, meus olhos percorriam o quarto freneticamente, procurando algo que pudesse me ajudar naquele momento, na minha cabeça se passavam milhares possibilidades do que realmente fazer. Eu queria ele comigo, eu não poderia suportar que ele estivesse com outro alguém em qualquer outro lugar, ele era meu, somente meu e só de saber que o vento o tocava, o meu coração tremia de ciúmes, de inveja. Tudo que o rodeasse me incomodava. Foi quando por um instante a chuva ficou mais fraca e a possibilidade de um raio de sol sair e o aquecer era totalmente inaceitável, coloquei qualquer roupa que vi, afinal, não precisava agradar a ninguém. Peguei o que me era necessário e saí com as gotas caindo ainda fracamente, olhei no relógio e faltavam apenas meia hora pra ele sair do trabalho e eu estava um pouco longe, então me apressei, acelerei o passo enquanto cenas na minha cabeça me deixavam vulnerável, queria chegar logo.
Cheguei faltando cinco minutos para ele sair, eu estava ofegante e minha raiva tomou conta de mim, percebi que estava com ciúmes das pessoas que ele falaria tchau, da caneta que ele tocava, era doentio. Foi quando ele saiu e se surpreendeu comigo lhe esperando, me irritei, ele tinha que sorrir ao me ver, como eu sempre fazia. Ele era como o ar para mim, então, ele me perguntou o que eu fazia lá e eu respondi que eu precisava vê-lo de qualquer jeito, o sorriso dele então me acalmou e ele me chamou para dar uma volta, era o momento perfeito! Eu já sabia o que fazer e ninguém poderia imaginar. Então ele me beijou e saímos de mão dadas e na minha mente só o que se passava é que ele seria para sempre meu, somente meu.
Eu conhecia o caminho pelo qual estávamos passando, ele se dirigia para sua cafeteria predileta, estávamos em silêncio, as mãos dele nas minhas me faziam pulsar ligeiramente, foi quando parei e olhei pra ele, com lágrimas nos olhos eu me desculpei e ele sem entender perguntou porque e então eu o matei e respondi: "por isso". E logo depois me matei, mas só o que me importava é que ele seria para sempre meu.

Feliz Dia dos Namorados e não sejam ciumentos possessivos, ok? K